Mitos e Verdades sobre usar o ventilador para quem tem alergia a poeira!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Ele pode refrescar quem tem alergia, mas precisa de cuidados especiais para não afetar a saúde

Companhia praticamente indispensável nos dias de calor, o purificador de ar é uma forma acessível de se refrescar. No entanto, seu uso causa muitas dúvidas, especialmente em quem sofre com alergias.

O ventilador colocar o ar em movimento, criando uma corrente que ventila e refresca o ambiente. Para que ele seja eficiente e seguro para os alérgicos, é preciso ficar atento a manutenção, frequência e intensidade de uso.

Saiba quais são os cuidados necessários na hora de usar esse item, indispensável nesse verão:

É preciso limpar o ventilador

É preciso limpar o ventilador, principalmente se você tem alergia, fique atento(a)!

Verdade. A manutenção do ventilador é muito prática quando comparada a do ar condicionado, por exemplo. Basta usar um pano úmido com sabão neutro para remover o pó acumulado nas pás, sempre com o equipamento fora da tomada.

Além disso, você deve colocar óleo no sistema giratório a cada seis meses. Em locais suscetíveis a poeira e a maresia, também é preciso limpar com um produto antiferrugem. 

Ventilador de teto é o mais adequado

Mito. O ventilador de teto não é prático para ser higienizado. A melhor opção é o ventilador que fica na altura do chão e que pode ser direcionado para cima ou para a parede, fazendo com que o ar circule e refresque todo o ambiente. Inclusive, você tem alergia a mofo? Saiba como lidar.

Ventilador diminui a umidade do ar

Mito. O ventilador apenas direciona o vento para um único ponto, sem umidificar o ar. Ele é ideal para os alérgicos, pois não contribui para a formação do mofo, que é um dos principais agentes alergênicos.

O ventilador é melhor que o ar condicionado

Depende. Quem tem alergia a poeira, mofo ou ácaros, por exemplo, pode se beneficiar com o ventilador, que demanda baixa manutenção. No entanto, ele precisa ser usado em um ambiente limpo e suas pás devem estar higienizadas.

Como a manutenção do ar condicionado é mais complexa, ele tem mais chances de estar acumulando partículas nocivas sem que você saiba. No entanto, se for higienizado corretamente, ele pode ser usado em todos os locais, pois ajuda a filtrar o ar. Confira também 05 motivos para ter um esterilizador de ar.

Ventilador piora a dor de garganta, entenda melhor

Ventilador piora a dor de garganta

Parcialmente verdade. Um agravante das alergias pode ser a dor de garganta. Se você usar o item apontado diretamente para o seu rosto, a inflamação pode, sim, se agravar, pois o ventilador pode levar para as suas vias orais bactérias presentes no ar e ressecar as mucosas.

O ventilador levanta a poeira do ambiente

Verdade. Esse é um dos principais perigos do equipamento. Ele faz com que a poeira no ambiente e todas as suas impurezas – que tendem a causar alergias – se movimentem, atingindo suas vias orais.

O uso do ventilador só é recomendado em locais limpos e sem a presença de mofo. Mantenha a faxina em dia para aproveitar sem riscos os benefícios desse aparelho.

Entenda melhor sobre o desumidificador de ambiente!

O ventilador pode oxidar

Verdade. Os ventiladores com hélices de metal tendem a oxidar, especialmente se ficam em cidades litorâneas ou se são muito antigos. Os melhores materiais são o plástico e a madeira, que evitem a liberação de partículas oxidadas que desencadeiam alergias.

Já pensou respirar melhor e ter uma sensação de bem estar dentro de ambientes fechados?

Livre-se dos vírus, bactérias e mofos presentes no ar. Tenha o ar puro que sua família merece!
Oferta

Deixe uma resposta

Fechar Menu