Asma: o que é, causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

 

A asma é uma condição que prejudica o sistema respiratório e é uma das doenças desse gênero mais comuns que existem. Estima-se que ela afete cerca de dois milhões de brasileiros por ano. 

 

Ela pode causar dificuldades na hora de respirar, e, quando não tratada de forma adequada, pode ser até fatal. A doença também é comum em crianças pequenas, o que exige uma atenção redobrada dos pais. 

 

Pensando nisso, separamos tudo o que você precisa saber sobre a asma e como o Sterilair pode ser um grande aliado na hora de combater a doença e minimizar seus sintomas. 

 

O que é a asma?

asma

A asma é um processo que prejudica os brônquios pulmonares. Ela ocorre quando os brônquios são afetados por substâncias, fazendo com que se contraiam. 

 

Existem componentes genéticos que podem influenciar no desenvolvimento da doença. Por exemplo, caso os seus pais já tenham tido algum episódio com asma, é possível que você também a desenvolva. 

 

No entanto, a asma não se limita apenas a fatores genéticos. Substâncias presentes no ar, como em tapetes, roupas ou até mesmo poeira, ácaros e fungos, podem influenciar no desenvolvimento da asma. 

 

Pessoas que sofrem com problemas alérgicos a coisas específicas, como cheiros fortes ou pelos de animais, também estão sujeitas a sofrer com a asma. 

 

A doença faz com que a respiração da pessoa afetada fique mais difícil, e pode causar fortes dores no peito, chiado e respiração curta e rápida. 

 

Durante uma crise de asma, que é quando os sintomas da doença se manifestam de forma mais agravante, os brônquios ficam inflamados e reduzem a passagem de ar. É de extrema importância estar sempre atento aos sinais do corpo e buscar ajuda médica o mais rápido possível. 

 

Um dos tratamentos com medicamento mais conhecidos para a condição é o uso regular de bombinha de asma. Trata-se de uma espécie de inalador, que possui remédios capazes de reduzir a inflamação nos brônquios, ajudando o ar a voltar a circular normalmente e minimizar os efeitos de uma crise asmática. 

 

O uso da bombinha para asma precisa ser aprovado e indicado por um profissional da saúde. 

 

Conheça os diferentes tipos de asma

 

A asma pode se desenvolver por diversos fatores e possui algumas variações, como a asma cardíaca e a asma ocupacional.

 

Conhecer quais são os tipos de asma pode facilitar na hora de receber o tratamento apropriado para a doença. Para isso, é importante consultar um médico especialista e detalhar quais sintomas você já teve e em que momento eles se manifestaram. Assim, o diagnóstico será mais preciso. 

 

Asma alérgica: este é um dos tipos mais comuns em que a asma se manifesta. Ela pode iniciar ainda na infância, tende a diminuir os sintomas durante a adolescência e volta a piorar na vida adulta. 

 

A alergia em si pode ser desencadeada pela inalação de alguma substância tóxica, como poeira, mofo, pelos de animais, produtos químicos, ácaros e fungos. Nesse sentido, o uso de um purificador de ar como o Sterilair é um ótimo aliado para aliviar os sintomas. 

 

Asma sem fatores alérgicos: além da inalação de substâncias, a asma também pode se manifestar por outros motivos. Ar seco, clima frio e chuvoso, consumo de cigarro sendo fumante ativo ou passivo, cheiros muito fortes e estresse também ajudam no desenvolvimento da doença.

 

Asma ocupacional: essa manifestação da doença é causada por um estreitamento irreversível das vias aéreas. Ela pode ser causada pela inalação de substâncias ou vapores relacionados ao ambiente de trabalho, como é o caso de pessoas que trabalham diretamente em contato com substâncias químicas. 

 

A condição também pode ser agravada por conta da poluição contida em locais como grandes fábricas e indústrias. 

poluição

Asma cardíaca: doenças cardíacas e respiratórias não possuem os mesmos sintomas e causas. No entanto, existem alguns níveis de insuficiência cardíaca que promovem um acúmulo de fluidos nos pulmões, causando o famoso chiado no peito e a tosse seca — sintomas relacionados à asma. 

 

Independentemente do tipo de asma, é sempre indicado manter exames rotineiros em dia, e, em caso de possuir a doença, investir em um bom tratamento para minimizar os efeitos da condição. 

 

Saiba quais são os principais sintomas da asma 

 

Por ser uma doença respiratória, a asma possui sintomas muito característicos. Mas como saber se tenho asma? 

 

Alguns dos sintomas podem ser confundidos com outras doenças respiratórias. Portanto, é sempre importante estar atento aos sinais do corpo e buscar um profissional de saúde assim que sentir qualquer desconforto que possa estar relacionado com a asma.

Os principais sintomas da asma são:

 

  • Dificuldade para respirar
  • Chiado no peito
  • Tosse seca
  • Respiração rápida e curta
  • Desconforto na região do tórax
  • Ansiedade

 

 

asma em criança

Também é importante ressaltar que a asma em crianças é comum. Observar como os pequenos estão respirando e se ele ou ela está apresentando algum dos sintomas citados acima é essencial para evitar qualquer complicação. 

Tratamentos indicados para a asma

 

Infelizmente, a asma é uma doença que ainda não possui uma cura definitiva. Por outro lado, existem diversos tipos de tratamento que são capazes de diminuir os sintomas da doença e proporcionar uma vida mais confortável para quem a possui. 

 

Existem algumas ações que podem ser consideradas um “remédio caseiro para a asma”. Uma delas é a prática de exercício. Realizar atividades ao ar livre que ajudam a fortalecer os pulmões, como caminhadas, ajuda o paciente a se tornar mais tolerante a fatores que normalmente prejudicam o sistema respiratório, como ácaros e outras substâncias. 

 

Uma boa alimentação também é indicada para quem possui a doença. Em especial, alimentos como verduras, legumes e peixes possuem um efeito positivo no tratamento da asma. O motivo por trás é a grande presença de antioxidantes presentes nos vegetais e o ômega-3 no peixe. Alimentos ricos em fibras, como grãos, ajudam o organismo a produzir bactérias boas, que auxiliam na formação de ácidos graxos capazes de reduzir processos inflamatórios. 

 

Evitar ambientes com uma umidade muito alta é um das indicações para evitar crises. Caso você more em um local onde a umidade relativa do ar é mais elevada, vale a pena fazer um investimento em um aparelho desumidificador. 

 

Manter-se longe do cigarro, sendo fumante ativo ou passivo, é importante para que os sintomas da doença não fiquem mais agravados. 

 

Uma das formas eficazes de controlar uma crise de asma é evitar infecções virais, como gripes e resfriados. Para isso, é preciso manter uma boa alimentação e um estilo de vida saudável, além de visitas regulares ao médico. 

 

No que se refere a medicamentos, os mais comuns são aqueles que atuam como anti-inflamatórios capazes de reduzir as inflamações nas vias aéreas. É importante ressaltar que medicamentos para asma só devem ser considerados após uma conversa com um médico especialista. 

 

Evitar o contato com locais e coisas que podem influenciar uma crise de asma também é importante para tratar a doença. Colchões, travesseiros, cortinas, carpetes, estantes, livros e bichos de pelúcia são algumas das coisas que podem acumular substâncias que irão desencadear uma crise. Ficar longe desses objetos ou mantê-los sempre limpos e higienizados é a melhor forma de evitar a famosa crise. 

 

Lugares com uma forte presença de ácaros e mofo não são indicados para quem possui a asma.

 

Conte com a ajuda do Sterilair para minimizar o efeito da asma

sterilair

Um ambiente com muita poluição e substâncias que podem influenciar nos sintomas da asma é o maior inimigo de quem sofre com a condição. Pensando nisso, o Sterilair pode ajudar diretamente o paciente a minimizar os efeitos da doença.

 

Ele é um aparelho moderno e pensado justamente para eliminar 99,9% dos microrganismos suspensos no ar do ambiente, principalmente os esporos de fungos vírus e bactérias, além dos ácaros que vivem no ambiente com fungos.

 

A eficiência do Sterilair já foi comprovada por centros de pesquisa renomados que atuam em territórios nacionais e internacionais, como Universidade de São Paulo (USP), Instituto Pasteur, Fundação Oswaldo Cruz, Sociedade Francesa de Aerobiologia e New York Testing Laboratories.

 

O aparelho é capaz de eliminar as impurezas contidas no ar, e não em superfícies. As unidades de reprodução entram nele, por efeito de convecção, e são incineradas logo em seguida. Depois, o ar puro é liberado para o ambiente, dando maior segurança e comodidade para quem possui problemas respiratórios. 

 

O número de ácaros e impurezas contidos no ar pode ser diminuído drasticamente com o uso do aparelho. Mas é importante frisar que ele é um purificador de ar. Logo, se a substância entrar em contato com alguma superfície, como roupas, tapetes e móveis, o aparelho não poderá ajudar. 

 

É importante manter a limpeza regular desses locais, principalmente quem possui asma. Invista em ventilação e iluminação naturais para o seu espaço para garantir que não aconteça um acúmulo de substâncias que influenciam nos sintomas da asma. 

 

Em relação a roupas, tecidos, fronhas de travesseiro e cobertores, a indicação é expor ao Sol de maneira periódica.

 

 

Já pensou respirar melhor e ter uma sensação de bem estar dentro de ambientes fechados?

Livre-se dos vírus, bactérias e mofos presentes no ar. Tenha o ar puro que sua família merece!
Oferta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *