5 Dicas Para Ensinar Seus Pequenos A Manter O Quarto Sempre Limpo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

As crianças devem aprender bons hábitos desde cedo para evitar doenças respiratórias e muitas outras

Um dos públicos mais afetados pelas doenças respiratórias são as crianças. Para que elas não sofram, é preciso evitar as crises e elas mesmas podem contribuir para isso, adotando bons hábitos de higiene diariamente.

A maioria das doenças respiratórias é alérgica. Pessoas saudáveis naturalmente conseguem evitar que os agentes invasores provoquem reações do organismo, mas os pequenos adoecem facilmente porque seu sistema imunológico ainda não está completamente amadurecido.

Para as crianças, qualquer invasor é um potencial causador de doenças como rinite, sinusite e asma: o pó do quarto, o mofo na parede, a poluição do ar, os ácaros do colchão, os vírus e bactérias que circulam dentro da sala de aula…

Os riscos fogem ao controle dos pais, já que é impossível garantir que os pequenos não tenham contato com essas substâncias. Na verdade, o que deve acontecer é o oposto disso!

Os seus filhos devem ter contato com os agentes alergênicos desde o início da vida. É a famosa “vitamina S”, da sujeira, que fortalece o sistema de defesa do corpo, bem como uma boa alimentação, carteira de vacinação atualizada e consultas periódicas com o pediatra.

Ensinar hábitos de higiene para as crianças também é essencial para que elas possam se proteger das temidas doenças respiratórias, que se intensificam nos meses de outono e inverno.

A partir de dois anos de vida, elas já são capazes de aprender esses costumes e de realizar tarefas cada vez mais complexas para evitar o problema. Você já começou a ensinar os seus pequenos? Se ainda não, saiba por onde começar:

Lavar as mãos

As crianças adoram explorar e, para isso, utilizam muito as mãozinhas. Durante essas atividades necessárias para o desenvolvimento infantil, diversos microrganismos causadores de doença entram em contato com os pequenos.

Quando vírus, bactérias e fungos em excesso presentes nas mãos são levados a boca, nariz e olhos, eles podem adentrar no corpo do pequeno e desencadear doenças respiratórias (e também diarreias, conjuntivite, vermes e outros problemas de saúde).

Por isso, ensine o seu filho a lavar as mãos. Elas devem ser lavadas com água e sabão e é preciso esfregar os dedos, as palmas e os punhos. Depois, é essencial secar em uma toalha seca ou em papel que será descartado.

A lavagem das mãos é obrigatória antes das refeições, logo após usar o banheiro e quando a criança está com as mãos visivelmente sujas ou realizou alguma atividade no chão ou com animais de estimação, por exemplo. 

Dar um kit limpeza

Crianças gostam de imitar tudo o que os adultos estão fazendo, inclusive quando eles estão limpando a casa. Aproveite essa curiosidade natural para incentivar o seu filho a adquirir bons hábitos de higiene e manter o quarto em ordem entregando a ele um kit limpeza.

O kit deve conter vassoura e rodo em miniatura, balde, avental, luvas, panos coloridos e de diferentes texturas, um borrifador e uma escova de dentes velha. Ensine ao seu filho como cada item deve ser usado para a limpeza do quarto.

Os adultos sempre devem estar presentes enquanto a criança realiza atividades domésticas. Além disso, é muito importante que os pequenos não tenham acesso aos produtos de limpeza, que podem causar graves acidentes.

Procure deixar a própria criança executar a limpeza, do jeito que ela consegue. Não diga que ela está fazendo errado nem corrija na frente dela. Ao invés disso, estimule a realização para que ela mantenha esse hábito.

Oferecer recompensas

Os pequenos necessitam de missões, objetivos e estímulos constantes para que tenham interesse em algo. Por isso, tente executar esse plano diariamente. Se a criança conseguir cumprir ou se esforçar para isso, recompense-a.

Tente pensar em metas diárias que a criança deve cumprir, como, por exemplo, dobrar o pijama, arrumar a cama, guardar os brinquedos, tirar o pó do quarto e colocar a roupa suja na lavadora.

Não esqueça de considerar o tempo que a criança terá disponível para isso e a complexidade da tarefa para a idade do seu filho. Se a tarefa for muito difícil, rapidamente ele desistirá de executar.

Quando todas as tarefas estiverem finalizadas, ofereça uma recompensa. Pode ser um almoço especial, alguns minutos a mais de brincadeira ou a leitura do livro favorito na hora de dormir.

Dessa forma, ela terá um estímulo permanente, mas diferente, para seguir com os hábitos de limpeza. Aproveite para conhecer quais são os sintomas de alergia ao mofo.

Mudar as tarefas

Lembre-se que as crianças são curiosas e agitadas por natureza e ficam entediadas de fazer sempre a mesma atividade. Varie as tarefas domésticas que ela possa se engajar cada vez mais na limpeza.

Para isso, considere a idade da criança e adapte as responsabilidades que ela deve ter diariamente:

– 2 a 3 anos: guardar os brinquedos, colocar a roupa suja no cesto, armazenar os sapatos

– 4 a 5 anos: arrumar a cama, dobrar as peças de roupa, tirar o pó

– 6 a 8 anos: tirar o lixo, usar o aspirador de pó, varrer o chão

– Acima de 9 anos: limpar janelas e espelhos, passar pano no chão, ligar e deligar o purificador de ar 

Deixar tudo divertido

Os adultos devem usar a criatividade para tornar os momentos de limpeza divertidos e consequentemente, mais atrativos para as crianças.

Durante a limpeza, esteja presente e cante, invente histórias e promova competições. Essas atitudes simples farão com que o seu filho tenha vontade de manter o quarto sempre limpo. Veja também como evitar mofo do guarda-roupas.

Conhece mais alguma dica para ajudar seus filhos a criar hábitos de higiene? Deixe nos comentários!

Já pensou respirar melhor e ter uma sensação de bem estar dentro de ambientes fechados?

Livre-se dos vírus, bactérias e mofos presentes no ar. Tenha o ar puro que sua família merece!
Oferta

Deixe uma resposta

Fechar Menu