Eliminador de Mofo – 5 Super Dicas Para Salvar Sua Casa!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

O bolor é um verdadeiro perigo que deve ser combatido o mais rápido possível para evitar complicações no seu lar

Ele causa mau cheiro, alergias respiratórias e ainda estraga diversos itens da sua casa. O mofo é um verdadeiro vilão doméstico que deve ser combatido urgentemente – e que também precisa ser evitado.

O mofo ou bolor é uma espécie de fungo filamentoso que se desenvolve em matéria orgânica com o objetivo de realizar sua decomposição. O melhor exemplo é o bolor encontrado em pães velhos ou em frutas muito maduras.

Embora sejam essenciais para o ciclo da natureza, esses tipos de fungos não fazem bem para a saúde humana.

Os esporos produzidos podem causar e agravar quadros respiratórios e transmitir bactérias que causam graves infecções. Bebês, crianças, gestantes e idosos são os grupos que mais sofrem com esse problema.

Além disso, o mofo pode causar danos estruturais para a sua residência. Ele pode surgir em paredes, encanamentos e até mesmo em objetos, como brinquedos e livros. Se você tem alergia a mofo, saiba exatamente o que fazer para se livrar desse mal.

O mofo só aparece em locais úmidos, pouco iluminados, mal ventilados e quentes. Portanto, o verão é o clima ideal para que eles se proliferem. Para evitar que eles surjam bem no seu lar, tome os seguintes cuidados:

– Faça ao menos uma faxina semanal, pois o mofo também pode estar presente na poeira do ambiente, decompondo células mortas. Prefira usar pano úmido e aspirador de pó para remover a sujeira sem espalhá-la para os outros ambientes.

– O esterilizador de ar da Sterilair ajuda a manter o ar livre de agentes nocivos. O aparelho é particularmente útil nos locais onde você mais fica, como quarto e escritório, e em lugares que passam muito tempo fechados, como casas de veraneio.

– Invista na impermeabilização de teto, paredes e sótão na sua casa. O processo impede que a estrutura fique úmida. Procure fazer isso enquanto a casa ainda está em construção, mas, se não for possível, realize um processo superficial com maior periodicidade.

– O banheiro é um cômodo propício a criar mofo. Para evitar, mantenha a janela e a porta abertas quando ninguém estiver usando o espaço e não deixe roupas úmidas nem molhadas espalhadas pelo local.

– Os locais que ficam a maior parte do tempo fechados, como armários, malas e caixas, devem receber ventilação e iluminação natural periodicamente. Se não for possível, aposte em produtos antimofo para evitar o surgimento.

Se mesmo tomando todos esses cuidados o mofo invadir a sua casa, você tem que eliminá-lo o mais rápido possível para que ele não se espalhe. Acabe também com os sintomas da rinite! Saiba quais são os locais onde ele mais aparece, como fazer a remoção e salvar o ambiente ou o item desse perigo:

Couro

É muito comum que casacos e as botas de couro sejam usados apenas em alguns períodos e passem o resto do ano no guarda-roupa. Justamente por isso, o material está sujeito à proliferação de mofo.

Para salvar a sua peça, passe um pano macio embebido em vinagre branco na parte de dentro e na parte de fora do item. Deixe secar à sombra e em local ventilado e remova o excesso com um pano limpo.

O vinagre não mancha as peças, porém, você pode hidratar o couro para deixá-lo com uma aparência mais viva após o bolor. Use um pano com óleo de amêndoas para isso, deixe agir por alguns minutos e então remova o excesso.

Paredes

O mofo pode atingir as paredes que estão próximas a locais úmidos, como as externas (que enfrentam chuvas), as do banheiro ou as que estão com algum tipo de infiltração.

Para eliminar esse problema, misture uma parte de água sanitária para três partes de água e esfregue a solução na parede com uma escova. Para finalizar, faça o enxague com um pano úmido.

Dependendo do dano, será preciso lixar a parede e aplicar uma nova pintura. Nesse caso, prefira uma tinta acrílica ou lavável.

Livros

Livros foram feitos para serem lidos e não para passarem a maior parte do tempo fechados sobre a estante. É por isso que eles podem embolorar. O mesmo pode ocorrer com papeis antigos.

Para remover o bolor, use uma escova de dentes velha para eliminar o mofo que está solto. Depois, coloque o item em um local iluminado e ventilado e polvilhe um pouco de amido de milho em cada página afetada. Deixe secar por algumas horas e raspe outra vez com a escova.

Confira também se os bichos de pelúcia podem ser prejudiciais para quem tem doenças respiratórias!

Madeira

Os móveis e os rodapés que ficam próximos a paredes úmidas podem sofrer as consequências da umidade. Você percebe isso quando eles estufam ou então quando eles começam a ceder e a cair.

Utilize um secador de cabelos para secar o interior da madeira úmida. Na sequência, esfregue uma solução de 10 colheres de sopa de bicarbonato de sódio para um litro de água usando uma esponja para não danificar a superfície. Deixe secar em um ambiente aquecido e bem ventilado.

Se for preciso remover o mofo que cresceu abaixo da tinta, use um removedor de tinta. Para finalizar, pinte novamente quando a madeira estiver totalmente seca usando uma tinta resistente a mofo.

Atente-se a mandeira na sua casa e utilize um eliminador de mofo!

De toda a casa

Se a situação na sua casa estiver crítica, uma boa saída antes de consultar um serviço profissional é investir em um desumidificador de ambiente.

O aparelho reduz a umidade relativa do ar, mantendo-a entre 40 e 60%, um nível saudável para os seres humanos. Para isso, ele “suga” toda a umidade presente em paredes, em móveis, em objetos e tudo mais que estiver no ambiente, deixando-o impróprio para o desenvolvimento de mofo.

Já pensou respirar melhor e ter uma sensação de bem estar dentro de ambientes fechados?

Livre-se dos vírus, bactérias e mofos presentes no ar. Tenha o ar puro que sua família merece!
Oferta

Deixe uma resposta

Fechar Menu