15 49.0138 8.38624 1 1 6000 1 https://blog.sterilair.com.br 300
Sterilair - Esterilizadores/Purificadores de Ar

Purificadores de ar: como eles podem te ajudar com as alergias?

Quando desconfiar que você está com alguma alergia? Descubra sintomas aqui.


O primeiro passo para aprender a lidar com alergias respiratórias é entendendo qual a causa delas. Principalmente porque a maioria dessas alergias não têm cura, ou seja, você vai passar o resto da sua vida se cuidando para evitar que ela seja desencadeada, com a ajuda de purificadores de ar, ou se tratando quando elas surgirem.

Parece mais apocalíptico do que realmente é, na verdade, é muito comum que você apresente sintomas de alergia respiratória inúmeras vezes durante a vida e a confunda com uma simples gripe. Isso mesmo, provavelmente alguma vez na vida você achou que estava gripado, mas estava só com alguma alergia.

Antes de tudo, o que é alergia? É uma reação de hipersensibilidade, uma resposta exagerada do nosso sistema imunológico ao ser exposto a um corpo estranho ao organismo. Ou seja, um agente invasor no organismo de indivíduos predispostos geneticamente.

Isso quer dizer que é o nosso próprio organismo que vai dizer se somos ou não alérgicos a algo. Se não fosse assim, todos nós teríamos alergias iguais, às mesmas coisas, sob todas as circunstâncias.

Dentro deste quadro, as alergias respiratórias são as mais comuns entre pessoas de todas as idades. Essas doenças inflamatórias crônicas tomam as vias respiratórias, e entre as mais comuns estão a asma e a rinite alérgica.

Leia mais: Alergias em crianças: você sabe quais são as mais comuns?

Basicamente, os principais agentes causadores desse tipo de alergia são chamados de alérgenos, e podem ser Ácaros, Fungos, Insetos, Pelos de animais, Pólens e, inclusive Alimentos. Talvez você não saiba, mas existem alimentos que podem desencadear sua rinite alérgica, por exemplo.

purificadores de ar

Confira a seguir alguns exemplos de alergias e os seus principais causadores:

Asma: A asma é uma crise de falta de ar ou cansaço, chiado e sensação de aperto no peito, geralmente acompanhada de tosse. Cerca de 80% dos pacientes que têm asma, apresentam também rinite.

Agentes causadores: a exposição a ácaros da poeira de casa, fungos (o famoso mofo), pelos de animais, baratas, pólens e outros fatores irritantes, como: cheiros fortes, mudanças de temperatura, fumaça de cigarro, poluição e ainda causas emocionais.

Rinite alérgica: Sabe aquela tosse seca que só aparece à noite para atrapalhar o seu sono? Pode ser rinite alérgica. A rinite alérgica é uma crises de espirros, com coriza líquida, coceira nos olhos, nariz, garganta, congestão nasal, alteração do olfato e do paladar. Além disso, sinusites, amigdalites, faringites, podem todas ser agravamentos da doença.

Quem tem rinite alérgica pode ter…

Alergia a ácaros: esses grandes vilões são invisíveis a olho nu, se alimentam de restos de pele, fungos e de outras substâncias para se desenvolver em locais com muita poeira, pouca luminosidade e umidade maior que 50%. São recorrentes em colchões, travesseiros, tapetes, carpetes, brinquedos de pelúcia, etc.

Alergia a fungos: são encontrados no ar e em ambientes fechados como sótãos, porões, armários, malas. Também podem aparecer em banheiros, cozinhas, rejuntes de azulejo e em locais mal ventilados. Amam umidade e poeira, e aparecem bastante em ar-condicionado sem manutenção, colchões e travesseiros.

Alergia a animais: você sabe por que algumas pessoas têm alergia a animais como cães e gatos? Talvez a resposta mais óbvia seja o pelo. Também, mas o que mais dá alergia nas pessoas além disso é o contato com a saliva, a urina e a “caspa” do animal, o epitélio descamado. Esses agentes acabam sendo “transportados” pelas pessoas nas roupas para locais que nem são habitados pelo bichinho.

Alergia a pólen: Os pólens são aqueles grãos microscópicos responsáveis pela fecundação das plantas. Em algumas épocas do ano, o vento pode ser o culpado por levá-los com ele por aí, e então a inalação deste alérgeno pelas pessoas é capaz de desencadear alergias. Geralmente, a situação fica mais grave na primavera.

Não deixe de conferir – Limpeza doméstica: quais lugares da sua casa acumulam mais sujeira?

Esterilizando o ar

Nada mais recomendado para cuidar de alergias do que a mudança de hábitos, e esse cuidado constante com a sua saúde pode ter um aliado peso pesado: o purificador de ar. Junto de uma limpeza doméstica eficiente, ele pode ser um plus na sua rotina diária de luta contra as alergias.

O ideal é que você procure algum modelo mais completo no mercado, como é o Sterilair, capaz de eliminar do ar de casa fungos, bactérias, ácaros e diversos outros microrganismos de maneira eficiente.

purificadores de ar

Um aparelho desse tipo só vale a pena se ele puder ser ligado 24h por dia, sete dias por semana, o que é o caso do Sterilair, já que o seu consumo de energia é bem reduzido e ainda não exige de você nenhum tipo de manutenção como a troca de filtros ou de refis.

E aí, curtiu saber um pouco mais sobre alergias e os benefícios de investir em  purificadores de ar? Conta para a gente se você já usou algum.

Leia mais: Vacina Para Alergia: como funciona? Quais os efeitos? Conheça a imunoterapia

Compartilhar:
Categorias:Saúde e bem estar
Post anterior
Limpeza doméstica: quais lugares da sua casa acumulam mais sujeira?
Proximo post
Pensando em parar de fumar? 7 motivos para te incentivar!

0 Comentário

Deixar uma resposta